Início » Relacionamentos Abusivos » Rannita Williams, assassinada durante uma transmissão ao vivo

Rannita Williams, assassinada durante uma transmissão ao vivo

Após terminar seu relacionamento, Rannita foi obrigada por seu ex-namorado a iniciar uma live na internet. Ele a manteve refém e a assassinou.

Rannita Williams, de 27 anos, morava em Shreveport, Louisiana, EUA. Ela era mãe de três filhos e conhecida na comunidade por sua alegria e também por ser bastante ativa e carismática em suas redes sociais.

No ano de 2018, Rannita mantinha um relacionamento amoroso bastante complicado com Johnathan Robinson, de 36 anos. O principal motivo das desavenças do casal era o fato de o homem manter outra namorada no Texas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ambas sabiam da existência uma da outra, mas isso não facilitava em nada a convivência. Johnathan se dividia entre as duas namoradas, mas em um dado momento passou a ficar muito tempo no Texas e esse foi o estopim para Rannita terminar seu relacionamento.

O término não foi fácil, os dois entraram em uma discussão onde Rannita afirmou que Johnathan era mandado por sua outra namorada e já que não lhe dava mais atenção suficiente, os dois deveriam terminar. Após o término, Rannita passou a sair com os amigos durante a noite e atualizar cada vez mais seu Facebook.

Rannita Williams. / Foto: Facebook

Sendo observada

Poucas semanas depois, Rannita estava namorando outro rapaz, os dois saíam bastante e ela parecia muito feliz e empolgada.

Não demorou muito para que as coisas se tornassem estranhas, já que Rannita começou a receber ligações de números desconhecidos e constantemente sentia que estava sendo observada.

Houveram dois episódios marcantes, um em que o casal estava passeando e Rannita começou a receber mensagens extremamente ofensivas e outra em que estavam juntos e perceberam que pessoas desconhecidas tiravam fotos do casal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que Rannita ainda não sabia, é que ela realmente estava certa, seu ex-namorado Johnathan estava por trás de tudo, pedindo a seus amigos que lhe contassem seus passos.

Ofensas por vídeo

Em abril do mesmo ano, através de um vídeo postado no Facebook, a atual namorada de Johnathan, ofendeu Rannita através de xingamentos.

A garota, ofendida, revidou e postou outro vídeo onde insultou verbalmente Johnathan e sua namorada. Esse seria o início de um surto de violência.

Johnathan invade a residência Williams

Em 12 de abril, pela manhã, Rannita recém havia mandado seus filhos para escola e estava na companhia do irmão e da mãe. De repente, aos berros, Johnathan aparece na residência com o intuito de discutir com a ex-namorada.

Rannita revida as agressões verbais mas não abre a porta, talvez por já perceber que o homem estava muito agressivo. Segundos depois ele arromba a porta da casa, neste momento Johnathan e o irmão de Rannita trocam socos e após mais uma discussão conseguem convencê-lo a ir embora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O que a família não imaginava era que Johnathan voltaria minutos após, armado e transtornado. Ele entra na casa ameaçando todos de morte e chega a disparar um tiro no teto.

Num momento de distração do criminoso, a mãe de Rannita consegue sair pelos fundos e usa o telefone de um vizinho para chamar a polícia. Enquanto isso, na casa, Johnathan exige que sua ex-namorada faça uma transmissão ao vivo no Facebook onde pediria desculpas a sua namorada e se arrependeria das ofensas.

A garota concorda, mas devido a um bloqueio temporário do site em sua conta ela não conseguiu acessar. Isso deixou Johnathan muito irritado, ele caminhava de um lado para o outro e encostava a arma na cabeças das vítimas.

Johnathan decidiu então que Rannita deveria usar o celular do irmão, e assim ela o fez. Durante a transmissão, que foi vista por centenas de pessoas entre familiares e amigos, o agressor aparece passando atrás da vítima e segurando uma arma.

Chegada da polícia e uma vítima fatal

Minutos após, a polícia chega na cena, e Johnathan ao perceber a presença de autoridades começa a dar tiros pela janela. Tudo isso seguia sendo transmitido na rede social em tempo real.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A polícia tentou uma conciliação, porém dado a alta agressividade de Johnathan, não obteve sucesso.

Johnathan em mais um acesso de raiva, resolve mirar sua arma para dentro de casa e dispara na direção de Rannita. Durante a live é possível ver este momento quando o celular da jovem cai no chão e quatros disparos em direção a cabeça dela podem ser ouvidos.

O irmão de Rannita consegue sair da casa no momento dos tiros e é resgatado em segurança. Nem ele e nem a polícia sabiam se os tiros tinham sido para o alto ou ferido Rannita.

As autoridades começam a pedir que Johnathan se entregue, e após uma ligação de sua namorada do Texas, ele resolve se entregar.

Johnathan não foi condenado a pena de morte

Johnathan Robinson, que já tinha passagem na polícia por violência doméstica e agressão a outra ex-namorada não foi condenado a pena de morte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O juiz optou por condená-lo a prisão perpétua sem direito a liberdade condicional, o que chocou a comunidade, visto a tamanha crueldade e premeditação do crime.